Make your own free website on Tripod.com

Seção Humor, Ciência e Educação

extraídos do site http://www.geocities.com/CapeCanaveral/Lab/1719/anecdotas.html

Selecionado e traduzido por:
Luiz Jean Lauand
(FEUSP-FFLCHUSP)

 

Algumas advertências na embalagem de produtos para evitar complicações com o PROCON:

- Este produto atrai toda e qualquer matéria no universo, inclusive os produtos de outros fabricantes, com uma força proporcional ao produto de suas massas e inversamente proporcional ao quadrado da distância.

- Manipule o produto com extremo cuidado: ele contém partículas microscópicas carregadas em movimento com velocidades superiores a 900.000.000 km/h.

- O consumidor deve estar ciente de que, por causa do "Princípio da Incerteza", é impossível saber, ao mesmo tempo, de forma precisa, onde se encontra este produto e com que velocidade se move.

- Há probabilidade (muito pequena) de que, mediante um processo conhecido como "Efeito Túnel", este produto desapareça espontaneamente de sua situação atual e reapareça em qualquer outro lugar do universo, por exemplo, a casa de seu vizinho. O fabricante não se responsabiliza por qualquer dano ou prejuízo que possa ocorrer.

- Atenção: Este produto é 100% matéria: na improvável situação de que esta mercadoria entre em contato com anti-matéria, em qualquer de suas formas, ocorrerá uma explosão catastrófica.

- Atenção: Apesar de eventuais aparências em contrário, na realidade, este produto consta de 99,99999999999% de espaço vazio.

- Aviso de equivalência de componentes: As partículas sub-atômicas (elétrons, prótons etc.) que compõem este produto são - em seus aspectos mensuráveis - equivalentes às que se usam em produtos de outros fabricantes.

 

As três leis da termodinâmica:

1) Não dá para ganhar.

2) Não dá para empatar.

3) Não dá para sair do jogo.

 

Infames:

Solução - Para as pessoas comuns, é uma resposta; para os químicos, água suja.

Quanto vale um megafone? 1.000.000.000.000 de microfones.

Quanto pesa um pentagrama? 5 gramas.

O chato de ser químico é ter de passar o dia em meio de um monte de garrafas e não poder beber de nenhuma.

 

Guia do estudante de ensino médio para provas de Física, Química, Matemática etc.

1. Na medida do possível, evite ler o problema. Lendo o problema, você perde tempo e fica confuso.

2. Extraia os números do problema na ordem em que aparecem. Cuidado: pode haver números escritos por extenso.

3. Se com a regra 2, obtêm-se três ou mais números, o melhor palpite para atinar com a resposta é somá-los.

4. Se só houver dois números - e um deles não for muito maior do que o outro - a subtração deve dar o melhor resultado.

5. Se só houver dois números e um deles for muito maior do que o outro, opte pela divisão (se a divisão for de resto zero) ou pela multiplicação (caso a divisão não seja exata).

6. Se o problema parece requerer o uso de uma fórmula, escolha uma que tenha letras suficientes para abrigar todos os números do problema.

7. Se as regras 1-6 não funcionarem, tente um expediente de desespero. Rabisque, ao acaso, operações com os números da regra 2, de modo a preencher ao menos duas páginas. Marque com um círculo cinco ou seis respostas em cada página (dá de uma delas ser a verdadeira...). Em todo caso, você pode ganhar meio certo numa dessas por ter se esforçado.

8. Nunca gaste muito tempo resolvendo problemas. Com estas regras, você pode realizar o exame mais exigente em não mais do que 10 minutos e sem ter que pensar muito.

 

 Você é o leitor No.